Vem pedalar! Mais fôlego! Menos impacto!

No texto de hoje queremos compartilhar com você algo muito especial que pedalar proporciona para quem faz do ciclismo um passatempo.

Sim, pedalar é uma das atividades mais recomendadas para melhorar duas situações: sua falta de fôlego e dores nas articulações.

Exatamente, o ciclismo tem esse diferencial, ou seja, é uma atividade aeróbica, porém, tem a vantagem de impactar muito pouco nossas articulações.

Por outro lado, é sensacional para aumentar a resistência respiratória. Quer saber mais? Continue a ler!

Pedalar é especialmente benéfico para a resistência respiratória

Em síntese, é o ciclismo um dos esportes que exige mais respiração. 

Isso se prova pela requisição de oxigênio, por exemplo, em subidas e circuitos longos.

Igualmente, a frequência cardíaca aumenta durante um pedal, exigindo também mais dos pulmões, e diafragma, porque a quantidade de ar estará entrando em maior proporção pelo seu corpo.

Tudo isso leva a uma afirmação, com o ciclismo é possível aprender a respirar corretamente.

Algo tão especial e que nos leva a situações de autocontrole quando nos sentimos ansiosos, tensos ou muito cansados.

Procura uma atividade com baixo impacto nas articulações?

Há uma particularidade no ciclismo que é a ausência de contato com a superfície, ou seja, enquanto está no selim suas pernas e pés estão protegidos desse impacto.

Então, os desafios do trajeto não chegam às suas articulações, mas sim são impactados na bicicleta.

O que é muito importante se você tem como diagnóstico desgastes nas articulações e outros problemas de saúde.

Pois, conforme uma matéria publicada na Veja Saúde, com a prática do ciclismo e com o passar do tempo no exercício, é possível encarar subidas e desafios e até mesmo se dedicar a percursos  longos.

Enfim, pedalar é sensacional e além desses dois importantes benefícios tem vários outros, tanto para crianças, adultos e idosos.

Gostou deste conteúdo! Então não hesite, compartilhe agora e ajude as pessoas a descobrirem a magia que é o ciclismo!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.